Super Mario’s Creator revela os segredos do design de seu famoso primeiro nível

Shigeru Miyamoto fala sobre o original Super Mario Bros. e como Mario evoluiu desde então.

O primeiro nível de Super Mario Bros. é uma masterclass em design de jogos. E agora Shigeru Miyamoto - o gênio designer de jogos que nos deu algumas das franquias mais amadas da Nintendo - explica por quê. Nos primeiros segundos do jogo, o jogador é atraído a pular e acertar o bloco de ponto de interrogação, aprende a pisar em um goomba e come um cogumelo para se tornar super.

Mas, embora a maioria dos fãs de Mario já tenha ouvido essas histórias, Miyamoto também compartilha outras informações interessantes. Exatamente como Mario se move é de incrível importância para os designers de jogos da Nintendo. E, de fato, a empresa mantém uma equipe de programação interna apenas para lidar com a física da corrida e dos pulos de Mario.

Notavelmente, Mario escorrega um pouco enquanto se move, e a cada jogo esse escorregamento é ajustado. Como Miyamoto coloca, ele nunca realmente para, porque escorregar adiciona um peso percebido a Mario e, de outra forma, ele se sentiria como uma figura plana desenhada em uma tela 2-D.



Adicionar peso ajuda o jogador a acreditar que é um personagem real.

Conforme o Mario fazia a transição para o 3-D, eles precisavam simular ainda mais peso. Quando o 3-D Mario pousa após um salto, ele na verdade se espatifa um pouco no chão. Não muito - porque muito acabaria com a ação -, mas o suficiente para fazê-lo escorregar e recuperar o ímpeto.

Claro, isso torna os jogos ainda mais gratificantes de jogar. Mas Miyamoto - que é amplamente creditado por trazendo narrativa narrativa para videogames - vê outro resultado.

Adicionar peso ajuda o jogador a acreditar que é um personagem real, diz Miyamoto. Isso os ajuda a formar um apego emocional.

[através da Polígono ]